5 dicas para não entrar em dívidas com cartão de crédito

As dívidas no cartão de crédito são um terror para qualquer um, principalmente no Brasil. Com as dívidas, seu nome fica sujo, você não consegue ser aceito com facilidade por outras empresas financeiras, a dívida tende a aumentar por não conseguir gerir a dívida, a pessoa fica com um histórico negativo com o banco da dívida e as cobranças da empresa do cartão de crédito são muito incomodas na grande maioria das vezes.

Dito isso, explicitaremos abaixo cinco dicas para que você não entrar em dívidas com o cartão de crédito. Algumas dessas dicas irão parecer que são banais, de tão simples e óbvias, mas acredite, faz uma grande diferença! Então, vamos lá.

1 – Pague sempre a fatura total

Pagar o valor total da fatura do cartão é muito importante, pois assim, não fica devendo ao banco. Assim, não paga os juros (que são bem altos) e não entra no rotativo do cartão. Os juros de 300% ao ano são altíssimos, então, fique atento ao que é gasto e não ultrapasse o seu limite financeiro.

2 – Nunca atrase o pagamento da fatura

Atrasar o pagamento da fatura lhe rende juros no pagamento da próxima fatura. Se você mantém um atraso constante, é pior ainda, pois sempre haverá o pagamento de juros na próxima conta, além de ficar mal visto pelo banco caso haja a necessidade de negociar um pagamento ou pegar um empréstimo/crédito bancário. Caso o consumidor atrase por mais de 30 dias, ou não pagar nem o mínimo da fatura, cairá no chamado ‘rotativo não-regular’, onde os juros chegam a incríveis 397,5% ao ano.

3 – Compras de pequenos valores

Estudo de especialistas apresentam um resultado negativo para às compras de pequenos valores e em grande quantidade. As compras que são consideradas baratas e muito atrativas, as vezes são feitas sem controle, por isso, o cliente acaba não percebendo e gastando mais do que deveria.

4 – Planejamento

Sempre que for fazer qualquer compra, se planeje e esteja ciente se será realmente possível pagar a compra. Nunca gaste mais do que você recebe, pelo contrário, tenha sempre uma grana extra, de reserva, para que seja usada em casos de emergências. Tenha sempre em mente que a conta chega, por isso, é essencial que você tenha um limite mensal de gastos para ter sempre suas dívidas sobre controle.

5 – Muitos cartões

Ter muitos cartões pode ser algo muito ruim, mas por quê? Com muitos cartões, o controle fica muito difícil, você se complicará tendo muitos cartões, vencimentos diferentes, e etc. Por isso, o recomendado é que você utilize apenas dois cartões e fique muito atento aos vencimentos.

Mais algumas dicas

Hoje, é mais fácil controlar o que é gasto no seu cartão de crédito. O celular e o computador são muito úteis no dia a dia, e como estamos sempre os utilizando e conectados na internet, os aplicativos dos bancos podem ser bastante úteis, com eles é controlar o que é gasto, receber avisos de vencimentos da fatura, receber avisos quando o limite estiver perto de ser atingido e etc. Por isso, tenha sempre em mãos os aplicativos dos bancos que você utiliza, assim, facilitará muito a sua vida financeira.

Prefira sempre o pagamento à vista, (caso seja possível) por se tratar da melhor forma de pagamento, pois não se endivida com o cartão de crédito. Além de permitir a quitação imediata de determinada compra, o pagamento à vista permite ao consumidor negociar descontos na hora de adquirir um produto ou serviço – que costumam ser sempre mais atrativos para quem está disposto a pagar à vista.

veja também:

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.